Estudo comprova: Jogar Videogame Faz Bem ao Cérebro

Mais um estudo foi divulgado para comprovar que sim, jogar videogame faz bem ao cérebro. Pesquisadores constataram que jogar desenvolve as regiões do cérebro responsáveis pela navegação espacial, formação de memória, habilidades motoras e até planejamento estratégico.

Os cientistas recorreram a um dos personagens mais queridos e icônicos do universo gamer: o simpático encanador Mario, da Nintendo. A pesquisa funcionou assim: durante dois meses, um grupo de adultos jogou Super Mario todos os dias por pelo menos 30 minutos, enquanto um outro grupo ficou sem jogar o game no mesmo período.

Os pesquisadores afirmam ter analisado através de ressonância magnética áreas onde essa massa cinzenta se expandiu, como no hipocampo direito, no cortéx pré-frontal direito e no cerebelo. Apesar dos nomes não serem muito conhecidos pelo público, essas são partes do cérebro que estão diretamente ligadas a funções cognitivas do órgão pensante.

Os testes foram conduzidos pela Charité University Medicine St. Hedwig-Krankenhaus, da Alemanha. Segundo os cientistas, o próximo passo é usar os jogos no tratamento de Alzheimer ou estresse pós-traumático, doenças que causam a diminuição do cérebro. Para ilustrar, um vídeo fantástico do AaronGrooves. Impossível não curtir e compartilhar.

A indústria dos videojogos perdeu a sua inocência há algum tempo atrás. Hoje em dia é uma indústria estabelecida que é admirada pela sua força tecnológica e capacidades inovadoras, bem como pela sua visão empresarial altamente desenvolvida.

Estudo comprova: jogar videogame faz bem ao cérebro

Não é segredo que este sector deverá terminar o ano com um lucro global anual superior a 150 mil milhões de dólares, e um aumento anual de 9,6 por cento, de acordo com a Newzoo, empresa de inteligência de mercado.

Com tais números não é uma surpresa que os videojogos sejam a indústria audiovisual mais popular, muito à frente do cinema e da música. Nem sequer Hollywood consegue igualar a indústria que tem 2,5 mil milhões de jogadores em todo o mundo, e especialmente com jogos como Fortnite com mais de 139 milhões de jogadores.

A excitação pelo jogo varreu as fronteiras e já está muito mais a ganhar gigantes como a Netflix, de modo que a Disney e a HBO como seus principais concorrentes na luta para assumir a liderança na indústria do streaming audiovisual.

As vantagens dos videojogos também tiveram impacto na educação através da aprendizagem baseada em jogos. Esta técnica de ensino faz uso de jogos que são benéficos para transmitir informação aos estudantes, isto é, jogar videogame faz bem ao cérebro e aumenta a aprendizagem.

O método baseia-se em três aspectos principais:

  • Dá vida à educação e transforma-a num jogo emocionante e divertido, sem aulas aborrecidas. Os alunos aprendem e retêm a informação sem sequer darem por isso.
  • Ajuda a aumentar a motivação. Os estudantes desempenham o papel principal na história, e as suas realizações são recompensadas com prémios, bónus de vida, etc. Isto mantém-nos empenhados e mantém o interesse dos estudantes na aprendizagem.
  • Oferece oportunidades para a prática Os estudantes podem utilizar as competências que aprendem sem se arriscarem em situações perigosas. É exactamente disto que se trata, por exemplo, os simuladores de voo e navegação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll to top