Eduvem

Fatores cruciais para a retenção de talentos nas empresas

No competitivo mundo corporativo de hoje, a retenção de talentos emergiu como um pilar estratégico para as empresas. Uma elevada rotatividade de funcionários pode custar caro, afetando o conhecimento institucional, a estabilidade e a atratividade do ambiente de trabalho. A Adecco Brasil, por meio de sua diretora Bianca Machado, traz insights valiosos sobre como manter os melhores profissionais a bordo, ressaltando que a remuneração não é o único fator determinante.

Bianca enfatiza a importância de uma comunicação eficaz e de uma cultura organizacional forte. Ela enfatiza a importância de criar um ambiente de trabalho positivo, com valores compartilhados e transparência, a fim de envolver os funcionários. Além disso, proporcionar autonomia, propósito e oportunidades para tomar decisões significativas são elementos críticos para motivar os funcionários.

O reconhecimento profissional também desempenha um papel importante. Bianca ressalta que, além da compensação monetária, são essenciais reconhecimentos intangíveis como feedback positivo e um ambiente de trabalho acolhedor. Benefícios adicionais, como programas de bem-estar e apoio à saúde mental, são atrativos importantes para posicionar a empresa como uma marca empregadora desejável.

O CEO da Adecco destaca também a eficácia dos sistemas de feedback aberto, que permitem aos líderes compreender e agir face aos desafios enfrentados pelos colaboradores, melhorando assim o ambiente de trabalho. Ela ressalta que investir nas pessoas e criar um ambiente que promova o crescimento profissional são estratégias de longo prazo. Preservar o conhecimento da equipe e reduzir a frequência dos processos seletivos são benefícios inestimáveis para as empresas que buscam se destacar em um mercado cada vez mais competitivo.

A Eduvem é a melhor plataforma para construção de Universidades Corporativas com uma experiência inovadora em aprendizagem e eventos digitais, somos uma excelente opção para instituições educacionais, empresas e instrutores independentes. Agende uma demonstração preenchendo o formulário abaixo:

“Priorizar a retenção de talentos, mesmo com um orçamento limitado, é uma exigência para as empresas que querem estar à frente da concorrência”, conclui Bianca Machado, apontando para um novo paradigma nas estratégias corporativas de retenção de talentos.

Segundo Bianca Machado, esta abordagem holística e humanizada na gestão de talentos vai além da visão tradicional da remuneração como único motivador. Ela destaca que o cenário corporativo atual exige um olhar mais atento às necessidades e aspirações dos colaboradores, reconhecendo que cada colaborador tem motivações únicas e valoriza diferentes aspectos do local de trabalho.

Uma das principais mensagens de Machado é a importância de equilibrar fatores tangíveis e intangíveis na retenção de talentos. Ela sugere que, embora os benefícios financeiros sejam importantes, aspectos como o desenvolvimento de carreira, oportunidades de aprendizagem e um ambiente de trabalho respeitoso e inclusivo são igualmente importantes. Esses elementos contribuem para a satisfação dos colaboradores e para sua decisão de permanecer na empresa.

Machado também enfatiza a importância de ouvir os colaboradores. Ela acredita que a criação de canais de comunicação abertos e eficientes onde os funcionários possam expressar as suas preocupações e sugerir melhorias é fundamental para criar um ambiente de trabalho positivo e produtivo.

No geral, a abordagem da Adecco Brasil para a retenção de talentos reflete uma mudança significativa na gestão de recursos humanos. Reconhecendo que os colaboradores são o ativo mais valioso de uma empresa, a estratégia vai além da remuneração e centra-se na criação de um ambiente de trabalho saudável e satisfatório, incentivando o desenvolvimento pessoal e profissional e, no final, garantindo a longevidade e o sucesso tanto dos colaboradores como dos organização.

Scroll to top