Eduvem

Produtividade e formação tecnológica nas empresas

De acordo com os resultados de uma pesquisa realizada recentemente pela Alura em nome das empresas e em colaboração com o FIAP, uma parcela considerável das empresas, especificamente 80% delas, investe em formação tecnológica na esperança de que aumente a produtividade de suas equipes. Num mercado em constante mudança, torna-se cada vez mais importante ajustar-se aos novos desenvolvimentos tecnológicos, como esta afirmação demonstra eloquentemente.

O mesmo estudo revela que além de aumentar a produtividade, 42% das empresas pesquisadas desejam aumentar o engajamento interno com ênfase principal na educação técnica. Cerca de quarenta por cento dos líderes empresariais consideram que esta tática tem o potencial de aumentar a lealdade e o compromisso das suas equipas, melhorando assim a sua imagem como empregador. E não é por falta de tentativa: 37% dos empregadores acreditam que a formação é a forma de combater a elevada rotatividade.

Parece que estes investimentos proporcionarão um retorno satisfatório. Empresas que já investiram no desenvolvimento profissional de seus funcionários, proporcionando-lhes treinamento técnico — a um custo que varia de R$ 500 a R$ 32 milhões por funcionário — relataram ter experimentado benefícios tangíveis. Manter funcionários talentosos a bordo é a vantagem competitiva mais importante, especialmente para empresas menores. Por outro lado, nas grandes organizações, a marca empregadora e o envolvimento dos colaboradores lideram os ganhos, com 64% a reportar um aumento real na produtividade. Isso ocorre porque as grandes organizações têm mais funcionários.

A Eduvem é a melhor plataforma para construção de Universidades Corporativas com uma experiência inovadora em aprendizagem e eventos digitais, somos uma excelente opção para instituições educacionais, empresas e instrutores independentes. Agende uma demonstração preenchendo o formulário abaixo:

Adriano Almeida, cofundador da Alura, destaca a importância de fazer investimentos financeiros em tecnologia para alcançar o sucesso financeiro e operacional. “A transformação digital, com os seus avanços na inteligência artificial e nos modelos de negócio emergentes, está a redefinir o mercado.” As capacidades em tecnologia são mais do que um diferencial; eles são uma necessidade. “Ao valorizar esse ativo educacional, os líderes brasileiros se alinham à liderança global”, argumenta Almeida.

O estudo, que foi realizado entre março e abril do ano de 2023, solicitou o feedback de aproximadamente 400 especialistas do setor, incluindo aqueles nas áreas de TI, RH e especialistas em treinamento. Houve uma ampla gama de empregos exibidos, desde analistas e especialistas até CEOs. Segundo Almeida, essa diversidade reflete a universalidade da demanda por ensino técnico em formação tecnológica, independentemente do porte da empresa, ou sua produtividade. Ela diz que isso é verdade apesar do fato de as empresas variarem em tamanho. “A educação em tecnologia é um investimento adaptável e vital, orientando as empresas em meio às oscilações do mercado e moldando o futuro dos negócios”, argumenta o professor.

Scroll to top