Eduvem

Quem faz o que quer é criança. Adulto faz o que precisa, pra conseguir o que quer.

A transição da infância para a idade adulta é marcada por muitas mudanças, tanto físicas quanto emocionais. Uma das maiores diferenças entre essas duas fases da vida está na maneira como abordamos nossas responsabilidades e desejos. A frase “Quem faz o que quer é criança. Adulto faz o que precisa, pra conseguir o que quer.” encapsula perfeitamente essa distinção, destacando a maturidade necessária para alcançar objetivos de longo prazo. Neste artigo, exploraremos a profundidade dessa afirmação, suas implicações e como ela se aplica em várias áreas da vida.

A Infância e o Desejo Imediato

Na infância, a vida é muitas vezes dirigida pelo desejo imediato e pela busca do prazer. As crianças têm a liberdade de explorar, brincar e seguir seus impulsos sem muitas preocupações com as consequências. Essa fase é essencial para o desenvolvimento, pois permite que as crianças descubram o mundo ao seu redor, aprendam habilidades sociais e cognitivas e formem suas identidades.

Entretanto, essa abordagem de “fazer o que se quer” é limitada à infância exatamente por causa da falta de responsabilidade e das consequências reduzidas. Uma criança pode querer comer doces o dia todo, mas um adulto entende que uma dieta equilibrada é essencial para a saúde a longo prazo. Essa compreensão das consequências e a capacidade de planejar e adiar a gratificação são habilidades que se desenvolvem com a maturidade.

A Maturidade e a Responsabilidade

Ao entrar na vida adulta, somos confrontados com uma realidade diferente. A responsabilidade se torna um fator central, e os adultos precisam equilibrar seus desejos com as necessidades e obrigações. A frase “Adulto faz o que precisa, pra conseguir o que quer” destaca a importância de priorizar tarefas e responsabilidades que, embora possam não ser prazerosas no momento, são essenciais para alcançar objetivos maiores.

Essa mentalidade de longo prazo é o que diferencia a abordagem adulta da abordagem infantil. Um adulto entende que o trabalho árduo e a disciplina são necessários para alcançar metas significativas, seja na carreira, nas relações pessoais ou na saúde. Fazer o que é necessário, mesmo quando não é o que queremos, é uma marca de maturidade e um passo crucial para o sucesso.

Aplicações na Vida Profissional

No ambiente profissional, a capacidade de fazer o que é necessário é fundamental para o progresso e a realização. A carreira de uma pessoa não avança simplesmente porque ela faz o que gosta o tempo todo. Ao contrário, muitas vezes é preciso enfrentar tarefas difíceis, trabalhar horas extras e lidar com desafios complexos para alcançar posições de maior responsabilidade e recompensa.

Profissionais bem-sucedidos entendem que o desenvolvimento de habilidades, a busca por conhecimento contínuo e a disposição para assumir responsabilidades adicionais são vitais. Essas ações podem não ser sempre agradáveis no momento, mas são investimentos no futuro. A capacidade de adiar a gratificação imediata em favor de objetivos de longo prazo é uma característica fundamental dos adultos bem-sucedidos.

Relações Pessoais e Compromisso

As relações pessoais também exigem uma abordagem madura. Manter relacionamentos saudáveis e duradouros envolve um equilíbrio entre os desejos pessoais e as necessidades do outro. Isso pode significar fazer sacrifícios, comprometer-se e trabalhar em conjunto para resolver conflitos.

Por exemplo, em um relacionamento romântico, pode ser necessário abrir mão de certos desejos imediatos para apoiar o parceiro em momentos de necessidade. Esse ato de priorizar o bem-estar do relacionamento acima dos desejos individuais momentâneos é um sinal de maturidade emocional. Adultos em relacionamentos saudáveis entendem que a satisfação a longo prazo e a profundidade emocional são alcançadas através de compromisso e esforço contínuo.

A Saúde e o Bem-Estar

No que diz respeito à saúde e ao bem-estar, a frase “Adulto faz o que precisa, pra conseguir o que quer” é especialmente relevante. Manter uma boa saúde requer disciplina e escolhas conscientes que muitas vezes não são as mais agradáveis. Isso pode incluir seguir uma dieta equilibrada, fazer exercícios regularmente, dormir bem e evitar hábitos prejudiciais.

Enquanto uma criança pode preferir passar o dia jogando videogames e comendo guloseimas, um adulto entende que essas escolhas, a longo prazo, podem levar a problemas de saúde. A maturidade envolve reconhecer a importância de cuidar do corpo e da mente, mesmo que isso signifique abdicar de prazeres momentâneos.

Educação e Desenvolvimento Pessoal

O desenvolvimento pessoal e educacional é outra área onde essa mentalidade se aplica fortemente. Alcançar altos níveis de conhecimento e habilidade exige dedicação e esforço. Estudar para provas, participar de cursos de aprimoramento e buscar novas oportunidades de aprendizado são ações que muitas vezes demandam sacrifícios imediatos para obter recompensas futuras.

Adultos comprometidos com seu desenvolvimento pessoal entendem que o crescimento contínuo é um processo que requer tempo e esforço. Eles fazem o que é necessário, seja estudando tarde da noite ou participando de treinamentos intensivos, para alcançar seus objetivos educacionais e de carreira.

Finanças e Planejamento

A gestão financeira é um dos aspectos mais claros onde a diferença entre fazer o que se quer e fazer o que é necessário se torna evidente. A administração adequada do dinheiro requer planejamento, poupança e, frequentemente, a renúncia a gastos impulsivos. Um adulto financeiramente responsável entende a importância de economizar para o futuro, investir sabiamente e evitar dívidas desnecessárias.

Enquanto uma criança pode gastar todo o dinheiro de sua mesada em brinquedos e doces, um adulto precisa equilibrar suas finanças para garantir segurança e estabilidade a longo prazo. Isso pode significar adiar compras não essenciais, criar um orçamento e seguir um plano financeiro rigoroso.

O Papel da Disciplina

A disciplina é um componente central da transição de fazer o que se quer para fazer o que é necessário. A disciplina envolve a capacidade de manter o foco nos objetivos de longo prazo, mesmo quando enfrentamos distrações e tentações. É a força que nos mantém comprometidos com nossos planos e nos ajuda a superar obstáculos.

Adultos disciplinados são capazes de estabelecer metas claras e trabalhar consistentemente para alcançá-las. Eles entendem que o sucesso não é resultado de desejos momentâneos, mas de esforços contínuos e direcionados.

A Importância do Propósito

Além da disciplina, ter um propósito claro é fundamental para manter a motivação ao fazer o que é necessário. Um propósito forte fornece a direção e o significado necessários para sustentar o esforço e o compromisso a longo prazo. Quando os adultos têm um propósito claro, seja ele relacionado à carreira, à família ou ao desenvolvimento pessoal, eles estão mais aptos a fazer os sacrifícios necessários para alcançar seus objetivos.

Conclusão

A frase “Quem faz o que quer é criança. Adulto faz o que precisa, pra conseguir o que quer” resume uma verdade essencial sobre a maturidade e a responsabilidade. Enquanto a infância é caracterizada pela busca do prazer imediato, a idade adulta exige uma abordagem mais disciplinada e focada em objetivos de longo prazo. Esse princípio se aplica em todas as áreas da vida, desde a carreira e as finanças até a saúde e os relacionamentos pessoais.

Ser adulto significa entender que as ações de hoje têm consequências amanhã e que fazer o que é necessário é crucial para alcançar o que realmente desejamos. Ao internalizar essa mentalidade, podemos construir vidas mais satisfatórias e bem-sucedidas, marcadas pela realização de nossos objetivos mais profundos.

Scroll to top