Startup Cearense Eduvem projeta aumentar em 10 vezes faturamento neste ano

Em 2021, a edtech cresceu em 20 vezes, e agora abrirá vagas para novos colaboradores

O balanço de 2021 para a startup Eduvem foi de crescimento exponencial, com faturamento vinte vezes maior, e a chegada de dezenas de novos clientes como Solo Networks, Mob Telecom, Imex Medical Group. Focada na tecnologia para melhorar a aprendizagem, a empresa cearense finalizou a primeira jornada de aceleração na BS Innovation Hub, que tem como objetivo colocar o Ceará em relevância no mapa de inovação do Brasil.

Thiago Jacinto COO da Eduvem

Para 2022, a startup está pronta para sua primeira rodada de investimento, sendo vista e acompanhada por investidores nacionais, como uma das próximas a se destacar nacionalmente. Diante deste cenário, a Eduvem, que possui metodologia e tecnologia próprias homologadas mundialmente pela Microsoft, projeta aumentar seu faturamento em 10 vezes, abrindo vagas para novos colaboradores no ano de 2022.

“Mais do que utilizar tecnologia no ensino a distância, que não é algo tão novo, o foco da Eduvem está em aperfeiçoar a experiência de ensino e de eventos online, para o público adulto. Com uma nova forma de exposição e gestão do conteúdo produzido, muito parecida com as plataformas de streaming atuais, nosso cliente disponibiliza online treinamentos, eventos, reuniões, feiras, congressos, além de material de apoio, testes e avaliações, certificados e certificações, chat ao vivo, tutoria, entre outras funções importantes”, explica Thiago Jacinto, diretor de Operações na Eduvem.

Há pouco mais de um ano, a Eduvem foi testada e homologada, não só pelo mercado, mas pela própria Microsoft que a lista mundialmente em seu Marketplace, atestando a robustez da solução, ampla qualidade da sua arquitetura e infraestrutura, além da segurança e disponibilidade.

Outra grande vitória conquistada pela startup foi no início da pandemia do Covid-19, quando foi firmada uma parceria institucional com o Grupo Educacional Farias Brito, Microsoft e Lanlink, para viabilizar conteúdo online aos jovens do ensino médio da rede pública. Essa união veio atender um edital público da Secretaria de Educação do Estado do Ceará.

“Assim unimos todos os 480 mil alunos e 18 mil professores do estado que tiveram acesso ao mesmo conteúdo do programa de estudo do Farias Brito e Editora Moderna, de altíssima qualidade e em suas casas, em prol de auxiliarmos o ensino público cearense a não perder aulas e não se atrasarem com o ano letivo. O conteúdo com mais de 2000 aulas, a plataforma, infraestrutura e suporte foram cedidas gratuitamente, não sendo gasto 1 centavo pelos cofres públicos do estado do Ceará”, conta o diretor.

Sobre a Eduvem

Startup (edutech) focada na tecnologia, usabilidade e design desenvolvendo produtos, aplicativos e ferramentas para melhorar a aprendizagem. Acredita na importância da educação como fonte de transformação para pessoas, empresas e instituições. Por meio de inovações tecnológicas, explora novas formas de colaboração. Assim, além do crescimento individual, abre novos horizontes para equipes, produtos, serviços e consumidores. Atuando há 2 anos no mercado, soma mais de 600 mil alunos cadastrados, mais de 480 mil provas executadas e mais de 430 mil certificados emitidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll to top