Eduvem

saúde

Projeto social treinará até 300 mil agentes comunitários do SUS, utilizando a Plataforma Eduvem

A Jornada do Agente Comunitário contra o câncer é uma parceria entre a Lacon, do Grupo Laços, e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS), e tem como objetivo preparar os agentes comunitários em todo o Brasil para orientar o paciente com câncer sobre os cuidados em domicílio.

As aulas serão transmitidas dentro da plataforma EDUVEM, e poderão ser realizadas a qualquer hora e em qualquer lugar.

A plataforma oferece, além das aulas, outras funcionalidades, como grupos de discussão com outros agentes, chat, divulgação de documentos e outras funcionalidades importantes para o sucesso da iniciativa.

O Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS) e a Lacon, do Grupo Laços, lançarão, no próximo dia 14, uma plataforma de orientação ao cuidado oncológico em casa para os cerca de 200 mil agentes comunitários de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o Brasil. A ação social, denominada “Jornada dos agentes comunitários de saúde – Cuidado oncológico em casa”, patrocinado pela Laços Saúde e outras empresas, além de ter o apoio da Astellas Farma Brasil e do Instituto Oncoguia, utilizará somente recursos da iniciativa privada.

O acesso à plataforma online, a Eduvem, é feito por meio do aplicativo Con.te. Diversas funcionalidades são oferecidas nesse ambiente para ajudar os agentes comunitários no dia a dia, a exemplo do treinamento que os prepara para orientar o paciente sobre os cuidados oncológicos em domicílio. Além de propiciar mais autonomia e bem-estar ao paciente, essa iniciativa contribui para aumentar a adesão ao tratamento oncológico, prevenir internações desnecessárias, ajudar na prevenção de efeitos colaterais e apoiar no cuidado paliativo, o que contribui para um atendimento mais humanizado.

Para o presidente do Conasems, Wilames Freire, facilitar o acesso do usuário aos serviços do SUS é também uma forma de fortalecer o próprio sistema de saúde pública do país. “Nós trabalhamos todos os dias para que o SUS ofereça serviços cada vez melhores e mais condizentes com a realidade de cada brasileiro. E facilitar o acesso do usuário significa trazer mais dignidade e qualidade de vida não apenas para um indivíduo, mas também para a família e toda a comunidade que o cerca”.

De acordo com Martha Oliveira, CEO do Grupo Laços, “apoiar a saúde pública tem um impacto direto na vida de milhões de pessoas, em todas as regiões do Brasil”. O tratamento oncológico, diz ela, “é sempre um momento muito difícil, por isso a importância de orientar os agentes públicos de saúde para promover o autocuidado junto aos pacientes, essencial para manutenção da qualidade de vida e do bem-estar de cada um, e realizar o atendimento à população no conforto de suas casas”. Isso contribui, salienta ainda, para evitar hospitalizações desnecessárias.

O treinamento, dividido em seis módulos, é feito em 40 aulas de curta duração, de até 8 minutos cada, que podem ser realizadas online em qualquer horário e local. O conteúdo proporciona o conhecimento sobre cuidados básicos durante o tratamento oncológico, as estratégias de mitigação de impacto físico e emocional, o reconhecimento da necessidade do ambiente domiciliar para o paciente em tratamento e da necessidade de cuidados emocionais, entre outros temas.

Por meio do aplicativo, além de assistir às aulas online, é possível acessar o fórum de dúvidas e o banco de dados, interagir com outros agentes comunitários e avaliar o conteúdo, entre outras funcionalidades.

Sobre a Laços Saúde:

A Laços Saúde, empresa pioneira em cuidados autogerenciados para público 60+ no Brasil, tem como foco o cuidado à saúde do idoso para além das necessidades fisiológicas, promovendo um olhar holístico e individualizado. A metodologia adotada está em linha com o “modelo cebola” criado pela organização holandesa Buurtzorg, utilizada em mais de 20 países, e alia o trabalho de profissionais especializados, enfermeiras altamente capacitadas e tecnologia de ponta – o que inclui metadados, inteligência artificial e assistentes virtuais como ferramentas potencializadoras de resultados.  A equipe multiprofissional da Laços Saúde atua na casa do paciente, reduzindo a necessidade de visitas ao hospital, além de oferecer apoio remoto por meio da tecnologia de apoio. Saiba mais sobre a Laços Saúde no site, Linkedin, Facebook, Instagram e YouTube da Companhia.

Assessoria de imprensa – Laços Saúde:

SP4 Comunicação Corporativa

Carlos Moura – carlos.moura@sp4com.com.br

Tel: (11) 98243-9332

Heloisa Pereira – heloisa.pereira@sp4com.com.br

Tel.: (11) 98582-6105

Dicas de Autocuidado para Líderes e Empresários

Autocuidado para líderes: O autocuidado que é significativo e planejado pode fazer a diferença entre um profissional brilhante e um esgotado.

Dicas de Autocuidado para Líderes e Empresários

Você já ouviu o ditado: “Se você não tirar um tempo para descansar, seu corpo vai?” Essa ideia é importante para a saúde do RH. Se você não fizer uma pausa até atingir ou ultrapassar o seu limite, pode ser ruim para o seu trabalho e até para a sua vida pessoal.

Mas se você fizer do autocuidado parte de sua rotina diária e semanal, poderá desenvolver resiliência e garantir que tenha a força física, mental e emocional para estar ao lado de seu pessoal quando eles mais precisarem de líderes.

Aqui estão algumas maneiras reais, mas simples, que os profissionais de RH dizem que você pode cuidar de si mesmo:

  1. Crie regras para si mesmo.

A definição de limites pode ser feita de muitas maneiras diferentes. Isso pode significar fazer logoff em um horário razoável, desativar as notificações após o horário de trabalho ou saber quando dar tarefas a outras pessoas. “As pessoas de RH geralmente são solicitadas a fazer coisas fora de seus empregos”, diz Bobby M., profissional de RH de uma grande empresa de software. “Às vezes fico feliz em fazer essas coisas, mas outras vezes é importante saber quando dizer não.”

  1. Assuma o controle do seu horário.

Reservar um tempo para um trabalho profundo ou dias sem reuniões pode ajudá-lo a entrar na zona e sentir que tem mais controle sobre sua agenda.

  1. Gaste dinheiro com sua própria saúde.

Não se esqueça de cuidar de si mesmo como você cuida de outras pessoas. As principais atividades de autocuidado para líderes que nossos profissionais de RH mencionaram com mais frequência foram exercícios, terapia, massagens, alimentação saudável, meditação, dormir o suficiente e controlar a quantidade de álcool que ingeriam.

  1. Concentre-se em si mesmo.

Se você prestar atenção em como sua mente e seu corpo se sentem ao longo do dia, você pode dizer quando pode estar perto do esgotamento e interrompê-lo antes que seja tarde demais.

Alyssa C. diz: “Pergunte-se: que práticas ou hábitos eu faço quando estou me sentindo bem? Quais são os sinais de que o estresse está começando a aparecer? Como é o esgotamento do fundo do poço? Que práticas e hábitos posso focar quando eu começar a sentir o deslize?”

  1. Coloque seu próprio tempo e interesses em primeiro lugar.

Durante o webinar de autocuidado para líderes de pessoas, Charlene Molino, generalista de RH da Blueboard, disse: “Somos pessoas fora do trabalho e, quando estamos em plena capacidade, a primeira coisa a desaparecer é nossa vida pessoal”. Reserve um tempo em seu dia ou semana para você e hobbies para manter seu copo cheio. Por exemplo, algumas das coisas que nossos profissionais faziam em seu tempo livre eram ler ficção, passar tempo com seus animais de estimação e fazer jardinagem.

  1. Obtenha apoio de mentores e das pessoas ao seu redor.

Ter alguém em quem você pode confiar para conversar ou se apoiar pode ajudá-lo a passar por momentos difíceis. Pode ser um chefe, um amigo, um mentor ou um membro da família. “É muito importante investir nesses relacionamentos quando você não está em crise”, disse Erica Hansen, líder do programa de coaching da Bravely, durante o webinar. “Você vai precisar desse sistema de apoio para ajudar a alimentá-lo e mantê-lo em movimento quando as coisas estiverem realmente difíceis.”

Como as empresas podem cuidar melhor de seus profissionais de RH e ajudá-los a fazer bem seu trabalho.

Aumente os benefícios e recursos para a saúde

Os profissionais de RH precisam cuidar de si mesmos para que possam ajudar seus funcionários, portanto, dar-lhes melhor acesso ou mais dinheiro para cuidados de saúde física e mental pode ajudar muito.

Steph L. diz: “Temos sorte de ter benefícios de saúde mental realmente bons em nossa empresa, e acho que todas as empresas fariam bem em dar um grande impulso a essa cobertura”. Por exemplo, Steph diz que a empresa de software Kira Talent inclui uma conta de gastos com saúde de US$ 5.000 como parte de seu pacote de benefícios.

Crie oportunidades de mentoria

Ninguém sabe melhor do que outros profissionais de RH como é trabalhar no campo. Muito provavelmente, um mentor já passou pelo que você está passando ou lidou com problemas semelhantes e pode compartilhar as dicas e estratégias que os ajudaram.

Colocar seus profissionais de RH em contato com mentores ou funcionários seniores ou encaminhá-los para comunidades ou profissionais fora da organização pode ajudá-los a se sentirem mais apoiados e menos sozinhos em tempos difíceis.

Equipe as equipes de pessoas

Sua equipe de RH só pode fazer muito em um determinado ponto. Se muitas pessoas em seu departamento de RH estão se esgotando ou saindo, talvez seja hora de contratar mais pessoas, especialmente se sua empresa estiver crescendo rapidamente.

Se os responsáveis ​​não quiserem contratar mais pessoas, faça um business case para isso. Faça uma auditoria de desempenho de sua equipe para mostrar que seu departamento está cheio e não pode mais trabalhar. Mostre o que daria errado se você não contratasse mais pessoas e o que daria certo se você contratasse, e dê uma visão clara das funções que você gostaria de adicionar à sua equipe e por quê (por exemplo, cargos, habilidades, experiência , responsabilidades, colaboradores, salários, etc.).

Melhor coordenação com os responsáveis

Uma coisa que ouvimos repetidamente de nossa comunidade é que os profissionais de RH muitas vezes não sentem que estão na mesma página que seus líderes. As pessoas costumam dizer que o RH é muito lento para agir, mas, na realidade, muitos líderes de RH querem ser mais proativos, mas têm problemas para obter a aprovação dos superiores.

Vaishnavi R., que trabalha em RH em uma empresa de bens de consumo de médio porte, diz: “Queremos fazer alguma coisa, mas quando tivermos todos a bordo, já estaremos corrigindo o dano”.

Steph L. diz: “Neste momento, a maior ajuda que os trabalhadores de RH precisam é não ter que brigar com o CEO sobre projetos de RH. Não temos energia para isso”.

Muitos de nossos profissionais de RH pensavam que, se tivessem mais confiança, dinheiro e controle sobre seu trabalho, poderiam ser mais proativos e estratégicos no trabalho, em vez de apenas apagar incêndios.

Penelope R. diz: “O melhor apoio viria de uma equipe de liderança sênior que entende o papel do RH, nos dá espaço para fazer nosso trabalho e sabe que precisamos de apoio tanto quanto qualquer outro funcionário.”

Incentive o descanso

Por último, mas não menos importante, as pessoas que trabalham em RH precisam de um tempo longe do trabalho. Mesmo que não seja possível tornar o trabalho de RH menos estressante, fazer pausas regulares é uma parte importante do autocuidado para os líderes de Pessoas. Isso pode ajudá-lo a se sentir menos sobrecarregado e tornar seu trabalho mais fácil de lidar.

As pessoas em nosso grupo disseram que os funcionários deveriam poder fazer uma pausa entre os projetos ou após reuniões estressantes. Uma política de folga remunerada obrigatória ou mínima (PTO) também pode ajudar seus funcionários a fazer uma pausa antes de atingir ou ultrapassar o limite.

Também é importante lembrar que existem diferentes maneiras de descansar. Alguns de seus funcionários podem querer ficar em casa e relaxar durante o tempo livre, mas outros podem querer experimentar algo novo ou ser criativos. Para o segundo grupo, uma associação de ioga, aula de cerâmica ou passeio de caiaque em família pode ser exatamente o que eles precisam para se sentirem revigorados.

Cuidar das pessoas que trabalham para a sua organização

Os últimos anos têm sido muito difíceis. Neste ponto, todos nós já estávamos esgotados e cansados ​​de maneiras diferentes. Mas, como você pode ver, existem razões específicas pelas quais muitos profissionais de RH, especialmente líderes de pessoas, sentem que têm muito a fazer.

Os trabalhadores de RH têm muito o que fazer hoje em dia, por isso é ainda mais importante proteger seu tempo e energia. Se você sente que está perdendo o controle, esperamos que este artigo tenha lhe dado algumas boas ideias sobre como voltar ao controle. Passos para cuidar de si mesmo para que você possa continuar fazendo o importante trabalho de cuidar das pessoas em sua organização.

Mesmo se você for uma equipe de RH de uma pessoa, a coisa mais importante a lembrar é que você não precisa fazer tudo sozinho ou guardar tudo para si mesmo. O autocuidado é importante, principalmente se você é um dos líderes da empresa, mas uma das melhores coisas que você pode fazer para tornar esse trabalho mais sustentável e gerenciável é encontrar comunidade e apoio, seja de seus colegas, comunidades de RH, entes queridos ou mentores.

Scroll to top