Eduvem

upskilling

Educação corporativa – Devemos utilizar melhor seus conceitos

Há um movimento global no mercado corporativo por transformações, modernização cultural e mais tecnologia para facilitar o dia a dia. Ao mesmo tempo, surgem novas funções e formações, que melhoram o fluxo da gestão de pessoas. O desafio é reconhecer a necessidade de ajustes no momento certo e fazer os ajustes necessários dentro da organização. Uma das ferramentas que ajuda muito nesse processo é a educação corporativa, que, quando bem utilizada, motiva os colaboradores e identifica pontos de melhoria, como a promoção de um colega de trabalho para um novo cargo dentro da empresa. Estamos falando de conceitos bem conhecidos como upskilling e requalificação, que são cada vez mais usados para capitalizar talentos e, ao mesmo tempo, atender às demandas organizacionais internas.

O upskilling é um processo de educação corporativa direcionado ao aprimoramento de conhecimentos e competências nas áreas onde o profissional já atua. É uma importante ferramenta de atração e retenção de talentos em processos seletivos, além de proporcionar inúmeras vantagens à equipe. Por exemplo, garantindo atualizações de segmento; proporcionar especialização em áreas específicas; preparar colaboradores para cargos de nível superior na empresa e qualificá-los para cargos de liderança. Para os gestores, o conceito promove conflitos com os colaboradores, melhores planos de carreira e maior agilidade, eficiência e qualidade nas entregas.

Já a requalificação é a busca de um novo conjunto de competências ou a oportunidade de obter acesso a uma área que ainda não esteja ocupada. Esse conceito de educação corporativa evolui lado a lado com o movimento contínuo do mercado e o surgimento de novas profissões e cargos. As vantagens para a equipe incluem melhor adaptabilidade às novas demandas, experiência profissional diversificada, preparação para novas funções e crescimento profissional significativo. A empresa se beneficia da melhoria da colaboração, da retenção e desenvolvimento de talentos e do fortalecimento de equipes multidisciplinares qualificadas e com competências relevantes para atender às demandas.

A Eduvem é a melhor plataforma para construção de Universidades Corporativas com uma experiência inovadora em aprendizagem e eventos digitais, somos uma excelente opção para instituições educacionais, empresas e instrutores independentes. Agende uma demonstração preenchendo o formulário abaixo:

Com tantas vantagens nesses conceitos, por que ainda existem empresas que não investem no desenvolvimento público interno? A resposta é complicada e leva em conta muitas variáveis. No entanto, acredito que ainda falta uma percepção mais convincente dos benefícios de valorizar e incentivar a colaboração. De acordo com um estudo da McKinsey & Company, 9 em cada 10 executivos estão preocupados com a falta de competências em profissões específicas e 87% das empresas não têm o pessoal necessário. O inquérito também concluiu que 40% das competências essenciais dos actuais trabalhadores terão de mudar nos próximos cinco anos e 50% dos profissionais terão de se requalificar até 2025.

Um factor muito importante que justifica o investimento na formação e implementação do conceito é o efeito motivacional nos profissionais. Por exemplo, a Geração Z tem uma forte crença de que a aprendizagem é a chave para alcançar o sucesso na carreira. Os programas de melhoria de competências e requalificação, por outras palavras, reforçam o sentimento de pertença ao local de trabalho, exigindo que os trabalhadores possuam competências como liderança, influência social, pensamento analítico e crítico, inovação, aprendizagem ativa, design e programação tecnológica. Ao mesmo tempo em que são implementados, os conceitos geram receita para a empresa e contribuem para a imagem positiva de sua marca. Com uma menor rotatividade de profissionais, há menos custos associados a processos seletivos e desmobilização de pessoal.

O olhar humano e a atenção às equipes é a melhor forma de determinar qual caminho seguir. A equipe de RH pode utilizar esses tipos de programas começando com um mapeamento das competências disponíveis em sua força de trabalho, bem como determinando lacunas profissionais e como colmatá-las. Outros pontos essenciais incluem ouvir os colaboradores para entender o que desejam da carreira e selecionar todas as competências necessárias para atingir os objetivos pré-determinados da corporação.

Neste ponto, a presença de um gestor preparado para auxiliar a equipe na definição de estratégias e próximos passos torna-se fundamental. Quando penso em um líder preparado, penso em alguém que é eficiente, possui valores alinhados aos objetivos corporativos e busca constantemente a excelência no trabalho que realiza. O gestor é o elo entre o colaborador e a empresa e dirige o clima da equipe, para o bem ou para o mal. Ou, como espelho da empresa para a equipe, você poderá identificar e direcionar melhor os talentos, bem como apoiar o RH na aplicação de treinamentos e realocações, se for o caso.

Além do olhar humano, também vale a pena investir em soluções tecnológicas para encontrar mais rapidamente candidatos qualificados para as vagas disponíveis e desenvolver um programa de desenvolvimento profissional contínuo que inclua tanto o aprimoramento das competências existentes quanto o aprendizado de novas.

Quando proporcionamos um ambiente de trabalho motivador e uma cultura organizacional que estimula o crescimento e o desenvolvimento profissional, minimizamos as desvantagens intelectuais e financeiras e fortalecemos a equipe com talentos e habilidades diversos para superar desafios, tudo isto por meio da educação corporativa.

Entenda o que é upskilling e como o RH pode utilizá-lo

Os profissionais de RH são cada vez mais obrigados a trabalhar e buscar soluções para não sofrerem com a escassez de talentos no mercado. Algumas tendências, como a melhoria das competências, surgiram para ajudar nestes processos de recursos humanos. Mas você sabe o que é upskilling e como funciona na prática? Saiba mais sobre esse termo e sua importância na atração e retenção de talentos.

Continue Reading

Por que aprimoramento e requalificação são importantes?

Mudanças massivas na tecnologia, nos processos e no próprio local de trabalho mudaram o cenário profissional nos últimos anos, por isso aprimoramento e requalificação é uma ferramenta importante.

Por que aprimoramento e requalificação são importantes?

Os funcionários que desejam permanecer à tona e competir em um mar de mudanças descobriram que reequipar seus conjuntos de habilidades é mais importante do que nunca. A melhoria de competências, a requalificação e a aprendizagem contínua tornaram-se fundamentais para o avanço na carreira, seja através de cursos de desenvolvimento profissional, certificações adicionais ou formação em novas áreas.

Por que você deve aprimorar e requalificar?

De acordo com um relatório da TalentGuard, a criação de 97 milhões de novas funções pode resultar numa mudança na divisão do trabalho entre humanos e máquinas. Isto poderá resultar na deslocação de até 85 milhões de empregos até 2025. Com esta mudança iminente, a melhoria de competências e a requalificação serão ferramentas essenciais para que os candidatos e a força de trabalho permaneçam relevantes num mundo impulsionado pela tecnologia.

Recrutadores e empregadores procuram candidatos com um conjunto específico de habilidades. O que será necessário para alguém romper? Aprimorar ou requalificar o conjunto de competências de alguém pode ajudar os trabalhadores a se destacarem. A melhoria de competências é o processo de aprendizagem de novas competências para colmatar uma lacuna de talentos, enquanto a requalificação é o processo de aprendizagem de novas competências para assumir um trabalho diferente. A melhoria e a requalificação, por outro lado, não são uma “atualização” única.

Qual é o significado da aprendizagem ao longo da vida?

Os funcionários podem atualizar seus conhecimentos a cada poucos anos, ou mesmo a cada poucos meses, à medida que a tecnologia e os processos de trabalho evoluem. Este é um processo que dura a vida toda, também conhecido como aprendizagem contínua. Por onde eu começo? A aprendizagem contínua, como qualquer empreendimento, requer algum planejamento e nem sempre segue um caminho reto.

Estabeleça metas: Definir metas específicas e mensuráveis ajudará você a planejar sua jornada. Identifique e defina quaisquer etapas necessárias ao longo do caminho.

Realizar pesquisas: As oportunidades de aprimoramento e requalificação variam dependendo do conjunto atual de habilidades de uma pessoa e de como ela deseja melhorar. A maioria dos requisitos pode ser atendida com a ajuda de um curso on-line, testes de certificação ou até mesmo aulas de educação continuada.

A Eduvem é a melhor plataforma para construção de Universidades Corporativas com uma experiência inovadora em aprendizagem e eventos digitais, somos uma excelente opção para instituições educacionais, empresas e instrutores independentes. Agende uma demonstração preenchendo o formulário abaixo:

Faça um plano de ação e siga-o: Inscreva-se, estude e/ou conclua a certificação de acordo com o cronograma estabelecido durante o processo de definição de metas.

Depois de atingir uma meta, considere como ela afetou os processos diários. É necessário mais trabalho ou um grupo pode compartilhar conhecimento?

A frase “aprendiz ao longo da vida” pode vir à mente. Ampliar o conhecimento seguindo as tendências do setor e obter certificações relevantes pode ajudar uma pessoa a se destacar em um mercado de trabalho lotado e avançar até mesmo nos mercados mais especializados.

Aprendizagem contínua no local de trabalho

Colmatar a lacuna de competências nem sempre é um esforço individual. As organizações procuram fortalecer os pontos fortes dos seus funcionários, a fim de posicioná-los para o sucesso futuro. Investir nas pessoas pode ter um impacto significativo nos resultados financeiros.

Agora é hora de planejar o futuro do trabalho. As empresas que não investem nos seus colaboradores correm o risco de deixá-los estagnados na carreira, perdendo oportunidades de progressão e sentindo-se desmotivados. Desenvolver uma cultura de aprendizagem e desenvolvimento é muito mais benéfico do que cultivar uma cultura de rotatividade constante.

O que vem depois do aprimoramento e requalificação?

A mudança é a única constante e pode ser difícil de prever. A aprendizagem contínua é essencial para se manter competitivo e relevante no mercado de trabalho em rápida mudança de hoje. Numa economia incerta, a melhoria de competências e a requalificação proporcionam vantagens competitivas aos candidatos, aos trabalhadores e à força de trabalho em geral.

Quem não gostaria de estar no auge da sua profissão? Manter-se atualizado com as mais recentes tecnologias, sistemas, processos e certificações permite que os trabalhadores atendam às expectativas de seus empregadores, ao mesmo tempo que se preparam para um futuro em mudança.

Upskilling e Reskilling – Uma aposta no capital humano

Dois conceitos emergentes no mundo dos recursos humanos, Upskilling e Reskilling , representam duas abordagens relevantes no mundo da formação profissional. “Técnicas para uma força de trabalho mais flexível” . Este é o ponto comum sobre o qual a plataforma LinkedIn Learning encontra dois conceitos fundamentais nos mundos do trabalho e do desenvolvimento profissional: melhoria de competências e requalificação. “Ambos os processos são semelhantes, no sentido em que ajudam os trabalhadores a expandir o seu conhecimento, mas complementam a natureza das competências aprendidas e nos seus objetivos finais” .

Upskilling e Reskilling - Uma aposta no capital humano

O mesmo artigo explica as diferenças entre essas duas tendências. Se a melhoria de competências implica investir num trabalhador “no desenvolvimento do seu conjunto de competências”. Essas habilidades e conhecimentos adicionais melhoram o desempenho na função atual, além de “permitirem que o trabalhador avance ao longo de sua carreira profissional”.

O termo requalificação refere-se a uma situação em que um trabalhador de uma empresa ou organização adquire “novas competências que estão fora do seu conjunto de competências”. Muitas vezes, essas novas competências estão “muito próximas das funções atuais”, mas também podem levar a um percurso profissional completamente novo.

A Eduvem é a melhor plataforma para construção de Universidades Corporativas com uma experiência inovadora em aprendizagem e eventos digitais, somos uma excelente opção para instituições educacionais, empresas e instrutores independentes. Agende uma demonstração preenchendo o formulário abaixo:

O significado da aprendizagem no Upskilling e Reskilling

Estas duas ideias foram identificadas como estratégicas na gestão de recursos humanos nos últimos anos. A Forbes, por exemplo, publicou um artigo intitulado “Por que o aprimoramento e a requalificação são essenciais em 2023” em fevereiro deste ano. “Ao longo da história, as forças como a globalização têm reformulado a maioria dos postos de trabalho”, explica John Hall, salientando que “a evolução tecnológica, nomeadamente relativa à Inteligência Artificial, vai revolucionar estes postos ainda mais”.

Segundo o Fórum Económico Mundial, o surgimento de novas tecnologias, particularmente no domínio da automação, irá “criar um fluxo de novos empregos em profissões emergentes” nos próximos dez anos.

As empresas, segundo John Hall, “precisam de talentos com competências que respondam às necessidades do mercado” para se adaptarem a este ambiente em mudança. É neste ponto, acrescenta, que entram em cena o upskilling e a requalificação – “duas ferramentas à disposição dos empregadores que são extremamente eficazes no desenvolvimento de talentos”.

O artigo da Forbes elenca então alguns dos benefícios destes dois métodos, destacando a possibilidade de crescimento dentro de uma organização ou empresa, a criação de soluções internas, o aumento da produtividade e da satisfação dos colaboradores, a redução de custos, ou o reforço da competitividade global. .

O papel da educação à distância

Que papel pode a educação online desempenhar no contexto da necessidade de ajustar as competências a um mundo em mudança? De acordo com a Universidade de Stanford, “cursos online ou webinars são as formas mais convenientes e acessíveis de investir na melhoria de competências”. Segundo a mesma fonte, um dos benefícios da educação online é a possibilidade de escolher temas e áreas de interesse específicos para “trabalhar e refletir sobre a aprendizagem anterior antes de avançar no desenvolvimento do próximo curso”.

Globalmente, este tem sido um campo em que as instituições de ensino superior têm apostado. A Universidade da Califórnia, Berkeley, também dedicou uma página aos fenómenos de Upskilling e Reskilling, enfatizando o papel que os cursos online podem desempenhar nesta dinâmica.

O que é upskilling e como o Recursos Humanos pode executá-la

Os profissionais de Recursos Humanos estão enfrentando um desafio crescente em relação à escassez de talentos no mercado de trabalho, o que os leva a buscar e implementar soluções eficazes para lidar com essa questão. Diversas tendências emergiram com o objetivo de fortalecer os processos de gestão de recursos humanos, entre elas destaca-se o upskilling.

O que é upskilling e como o Recursos Humanos pode executá-la

No entanto, é de seu conhecimento o conceito de upskilling e sua aplicação prática? Obtenha um conhecimento mais aprofundado acerca desse conceito e compreenda a sua relevância no contexto da aquisição e retenção de profissionais talentosos.

Qual é o significado do termo “upskilling”?

A busca constante por conhecimento é um dos princípios fundamentais para se manter competitivo no mercado de trabalho e alcançar progresso profissional. Quanto maior for o nível de conhecimento adquirido, maiores serão as oportunidades de progressão na carreira, incluindo an ascensão a cargos de maior responsabilidade, como os de nível sênior, pleno e de liderança. Em síntese, o presente é o conceito de upskilling.

Upskilling is a method by which professionals acquire additional knowledge and develop new skills in order to achieve higher career goals. Essa dinâmica estabelece uma relação de vantagens tanto para an empresa quanto para o colaborador.

Qual é a distinção entre upskilling e reskilling?

Os conceitos de upskilling e reskilling têm como objetivo o desenvolvimento dos talentos para an aquisição de novas habilidades. A distinção entre os dois reside nas competências adquiridas.

Reskilling refers to the process by which professionals acquire and cultivate new skills in order to undertake roles that differ from their current ones. O upskilling, conforme demonstrado anteriormente, consiste em aprimorar os conhecimentos necessários para desempenhar uma mesma função, com o objetivo de promover a progressão na hierarquia organizacional.

A Eduvem é a melhor plataforma para construção de Universidades Corporativas com uma experiência inovadora em aprendizagem e eventos digitais, somos uma excelente opção para instituições educacionais, empresas e instrutores independentes. Agende uma demonstração preenchendo o formulário abaixo:

Qual é a relevância de realizar investimentos em upskilling?

A aplicação da técnica de upskilling desempenha um papel essencial no aprimoramento dos funcionários de uma organização. Através dessa iniciativa, os indivíduos adquirem novos conhecimentos e buscam desenvolver uma trajetória profissional dentro da organização em questão. Dessa forma, o indivíduo profissional apresenta um incremento progressivo de resultados, o que resulta em um aprimoramento do desempenho.

Furthermore, acquiring new skills enhances the professional’s commitment to the organization and contributes to the increase in productivity. Another positive aspect of upskilling is the cost reduction associated with recruitment, as the company is equipping an internal professional for new positions. Dessa forma, an organização estará promovendo o incremento do envolvimento dos funcionários.

Qual é o papel desempenhado pelo setor de Recursos Humanos na implementação da estratégia de aprimoramento de habilidades (upskilling)?

The Human Resources (HR) department plays a crucial role in this strategy, as it is responsible for analyzing the short, medium, and long-term goals and objectives of the company, while evaluating the professionals involved in achieving these objectives.

Portanto, é imperativo que o setor de Recursos Humanos elabore estratégias para fomentar o aprimoramento dos colaboradores que almejam progredir dentro da organização, com o intuito de reter talentos.

Como implementar o upskilling de forma prática?

Para implementar essa estratégia, o profissional de Recursos Humanos pode adotar algumas diretrizes e sugestões:

  • Analysis and mapping: The initial phase involves analyzing and mapping the company, identifying and studying the objectives, goals, and opportunities of both the business and its employees.
  • Elaborar um plano de aprimoramento de habilidades: é o momento oportuno para desenvolver um plano. Elabore planos de treinamento, workshops e metas de acordo com os objetivos analisados e mapeados.
  • Tecnologia: Recomenda-se an adoção de softwares que possam combinar a gamificação com o objetivo da empresa de aprimorar as competências dos funcionários.
  • Partnerships with educational institutions: One way to implement upskilling in practice is through partnerships with educational institutions that offer discounts, scholarships, and certificates to professionals within the company.

Dessa forma, torna-se viável desenvolver uma estratégia claramente delineada de aprimoramento de habilidades (upskilling) pelo setor de Recursos Humanos, com o intuito de fomentar o envolvimento dos profissionais. Simultaneously, it provides the company with cost reduction solutions and productivity enhancement. O profissional de Recursos Humanos desempenha um papel fundamental nessa trajetória.

Scroll to top